Como o Kubernetes pode ajudar na jornada de cloud?

Como o Kubernetes pode ajudar na jornada de cloud?

O Kubernetes  é uma das principais pautas quando se fala sobre gestão de cloud e infraestrutura de TI.

Através desta ferramenta, é possível aumentar a agilidade e a eficiência de suas equipes de software e infraestrutura. Isso ajuda sua empresa a acelerar suas ideias para o mercado com mais eficiência, reduzindo o tempo e o risco envolvidos.

Saiba mais sobre Kubernetes e o seu potencial na gestão de cloud com a leitura a seguir.

O que é o Kubernetes?

O Kubernetes é uma plataforma de código aberto, extensível e portátil, voltada para a orquestração e o gerenciamento de clusters de containers – o que que facilita a configuração declarativa e a automação.

O Kubernetes é uma iniciativa do Google, criado e desenvolvido por seus engenheiros, que se baseia em uma década e meia de experiência da empresa com a execução de cargas de trabalho de produção em grande escala, combinadas com as melhores ideias e práticas da comunidade. A tecnologia é usada ainda na execução de seus serviços em containers - Google Docs e Gmail são bons exemplos.

O Kubernetes se tornou Open Source em 2015 e seu nome é inspirado no termo grego Kuvernetes ("timoneiro", o responsável por conduzir o navio). O serviço possui vários recursos e pode ser visto como:

  • Plataforma de contêiner;
  • Plataforma de microsserviços;
  • Plataforma de nuvem portátil e muito mais.

Uma das principais razões de sua popularidade é a capacidade de operar em qualquer cloud. Como atualmente os datacenters de muitas organizações operam em conjunto com a nuvem pública, tecnologias híbridas, como o Kubernetes, são essenciais.

Com o Kubernetes, as empresas contam com um ambiente de gerenciamento centrado em contêineres, que orquestra a infraestrutura de computação, rede e armazenamento em nome das cargas de trabalho dos usuários.

Dessa forma é possível contar com boa parte da simplicidade da Plataforma como Serviço (PaaS), combinada à flexibilidade da Infraestrutura como Serviço (IaaS) – garantindo a portabilidade entre os provedores de infraestrutura de cloud.

A ferramenta pode ser implementada:

  • Como um serviço;
  • Nos mais diversos ambientes de nuvem pública;
  • No datacenter on-premise de sua empresa.

O Kubernetes abstrai a camada mais profunda da infraestrutura, permitindo que os desenvolvedores se concentrem na criação de aplicativos e façam o deploy em qualquer ambiente citado acima.

O Amazon Web Services (AWS), o Google Cloud Platform (GCP) e o Microsoft Azure têm serviços capazes de configurar instalações altamente disponíveis do Kubernetes.

Benefícios que o Kubernetes pode trazer para sua empresa

  • Redução de custos: seus clusters têm pouca necessidade de manutenção. Seu time não precisará escrever seus próprios scripts de automação de contêiner. Também é possível reduzir os custos de hardware fazendo um uso mais eficaz do hardware atual;
  • Redução do prazo de lançamento para o mercado: um bom gerenciamento de contêiner garante que, enquanto o software for executado, a implantação será quase sempre livre de incidentes e, consequentemente, mais rápida;
  • Flexibilidade e agilidade nas operações de rotina: nas empresas mais modernas, os softwares são executados em qualquer número de infraestruturas privadas e compartilhadas. Ter uma solução de gerenciamento de contêiner significa que sua empresa não terá que sacrificar o desempenho ou fazer ajustes decisivos para mover seus aplicativos. Sua empresa poderá executar softwares onde precisar, tornando suas equipes mais ágeis.

O Kubernetes possibilita uma jornada de cloud mais eficaz

O serviço permite que sua empresa explore as vantagens do modelo de entrega em nuvem, como escalabilidade, resiliência, aplicativos de autorrecuperação e instâncias.

Isso vai garantir que sua organização será capaz de levar seus projetos ao mercado mais rapidamente.

A ADTsys oferecer um serviço de nuvem híbrida, voltado para empresas que precisam utilizar os recursos das nuvens privada, pública e servidor dedicado em uma única infraestrutura.

Este serviço permite que sua organização utilize cada um desses recursos para objetivos específicos, fortalecendo e ampliando a sua capacidade, performance, segurança, além é claro, de reduzir drasticamente os custos provenientes de recursos ociosos.

Descubra o potencial do Kubernetes para a otimização de sua jornada de cloud com o suporte do CloudHit – clique para obter 30 dias grátis.


Como aliar projetos de IA e Gestão de Cloud em sua empresa?

Como aliar projetos de IA e Gestão de Cloud em sua empresa?

Unir IA e gestão de cloud pode ser altamente produtivo para a sua empresa: a inteligência artificial pode tornar seu negócio mais inteligente e eficiente, enquanto a gestão de cloud pode reduzir o custo da IA e facilitar sua implantação.

Se antes as aplicações de IA não eram tão acessíveis, as últimas inovações em computação em nuvem promovidas por grandes provedores – como Amazon, Microsoft e IBM – revolucionaram o cenário.

Para grande parte das empresas, ter acesso à IA de última geração pode ser algo tão simples quanto chamar uma API.

Este artigo vai trazer dicas e informações que ajudarão sua empresa nesse processo de integração entre IA e gestão de cloud, então acompanhe a leitura.

IA e Gestão de Cloud: Como a computação em nuvem está tornando a inteligência artificial mais acessível

A gestão de cloud está em constante evolução, o que tem proporcionado diversas novas oportunidades para as empresas de todos os portes devido a seus muitos benefícios.

Muitas empresas hoje estão deixando de contar com uma TI própria para apostar no consumo de TI baseada em nuvem. Isso é uma das coisas que tem tornado mais fácil integrar IA e gestão de cloud – como você vai saber mais a seguir:

Redução do custo de acesso à IA

Enquanto o custo de implementação de IA é alto e um pouco proibitivo, o baixo custo da computação em nuvem pode ser um grande agente facilitador.

Os serviços fornecidos por meio da arquitetura sem servidor permitem que sua empresa pague somente pela utilização da computação, fazendo com que seu orçamento de TI se torne mais eficiente economicamente.

Ou seja: é possível utilizar infraestrutura de IA da Amazon (que possui recursos suficientes para oferecer preços competitivos) sem o custo de uma atividade constante do servidor. Assim sua empresa investe menos tempo e dinheiro para manter sua IA rodando adequadamente.

Pré-definição dos recursos da IA

Sem definir previamente os recursos e possibilidades de suas aplicações de IA, pode ser complicado coloca-las em uso.

A sorte é que hoje empresas como a Amazon, a Microsoft, a IBM e o Google já oferecem serviços entregues em nuvem que pré-formatam os recursos da IA. Elas permitem abordagem mais assertivas, através de cases de sucesso, limitações de aterramento e documentação de boas-vindas.

Fornecimento de dados abertos para tornar a IA mais inteligente

Dados abertos é o conceito que trabalha um certo conjunto de dados que é disponibilizado gratuitamente, sem limites de uso ligados aos direitos autorais ou quaisquer outras restrições legais.

Para que a IA e o aprendizado de máquina continuem crescendo, mais entidades precisarão ter acesso a grandes conjuntos de dados – e os dados abertos são a solução

Aplicação de IA e gestão de cloud em seu negócio

A união entre computação em nuvem e inteligência artificial está se moldando para ser uma força disruptiva em muitos setores.

A previsão é que o mercado de “aprendizado de máquina como serviço” suba dos US$ 1,07 bilhão em 2016 para US$ 19,86 bilhões em 2025.

Essa relação entre IA e gestão de cloud não apenas traz um novo grau de acessibilidade, mas cria uma nova forma de pensar tecnologias e metodologias existentes.

O elemento humano do atendimento ao cliente é uma preocupação comum para empresas e clientes. A capacidade da IA de entender a linguagem apresenta novas soluções de atendimento ao cliente – como assistentes pessoais automatizados e chatbots.

Toda a tecnologia necessária para alimentar essas soluções está disponível por meio de serviços em nuvem, como as APIs do chatbot do Facebook Messenger.

IA e Gestão de Cloud: Novas oportunidades para o mercado - e para seus negócios

Segundo o CEO do Google, Sundar Pichai, "a longo prazo, estamos evoluindo na computação de um mundo ‘mobile-first” para um mundo ‘AI-first’."

Se a revolução do smartphone trazida pela transformação digital abriu o mercado para empresas como o Snapchat e o Uber, quais serão os novos negócios que nascerão da integração entre IA e gestão de cloud?

Tudo isso gera a necessidade de trabalhar com o suporte de uma boa ferramenta de orquestração de nuvem – e o CloudHit, da ADTsys é um bom exemplo.

A ADTsys oferece à sua empresa um serviço de nuvem híbrida, voltado para a utilização dos recursos das nuvens privada, pública e servidor dedicado em uma única infraestrutura.

Isso permite que sua organização utilize cada um desses recursos para objetivos específicos, fortalecendo e ampliando a sua capacidade, performance, segurança, além é claro, de reduzir drasticamente os custos provenientes de recursos ociosos.


Simplifique a gestão de cloud através da orquestração

Simplifique a gestão de cloud através da orquestração

Gestão de cloud através da orquestração: Garantir uma eficiente gestão de cloud tem sido uma das principais preocupações de empresas dos mais diversos portes em todo o mundo.

transformação digital foi a grande responsável pela popularização da nuvem em nossas rotinas diárias: nos comunicamos com pessoas onde quer que elas estejam, escutamos músicas, assistimos a programas em tempo real e ficamos informados sobre as últimas notícias do mundo.

Obviamente isso impactou também a forma como as empresas fazem negócios e se relacionam com seus clientes. Embora 81% dos executivos tenha adotado a gestão de cloud por FoMO (termo usado para descrever o receio que algumas pessoas têm de não estarem de acordo com as tendências mais atuais), a verdade é que a adoção da nuvem proporciona benefícios concretos para as empresas nos dias de hoje:

  • Reduz custos;
  • Garante a escalabilidade das operações;
  • Reduz o tempo entre a criação de projetos e sua chegada ao mercado;
  • Gera mais envolvimento com seus clientes;
  • Potencializa a inovação.

Popularização da gestão de cloud

Todos estes bons resultados ampliaram a gestão de cloud pelas empresas – obrigando o mercado a oferecer soluções cada vez mais robustas. Hoje empresas como Google, Amazon e Microsoft intensificam as ofertas da plataforma de nuvem pública.

Um estudo da Forrester apontou que o mercado total global de nuvens públicas será de US$ 178 bilhões em 2018 – bem acima dos números do ano anterior: US$ 146 bilhões. A expectativa é que mais da metade de todas as empresas globais confiem em plataformas de nuvem pública.

O grande desafio está na integração entre data center, nuvem pública e nuvem privada que garanta um desempenho eficaz e total proteção para os dados. É aí que entra a orquestração – saiba mais a seguir.

Como funciona?

orquestração em nuvem é realizada através de plataformas únicas que auxiliam a gestão de cloud híbrida ou multi clouds – como o CloudHit, da ADTsys.

Através dela, sua empresa:

Simplifica a gestão de multi provedores;

  • Faz a administração e provisionamento de recursos através de um painel único;
  • Agiliza interações através de APIs;
  • Conta com uma plataforma de gerenciamento de Cloud com um dashboard em tempo real para gestão de serviços de nuvem.

Isso ajuda a implementar processos comuns e reduzir os custos. A inovação também é acelerada nos serviços de nuvem pública, enquanto as políticas de negócios são impostas de forma consistente. Os contratos de nível de serviço (SLAs) também são cumpridos.

Benefícios de adotar uma plataforma para a gestão de cloud com orquestração

A orquestração de nuvem é de interesse para muitas organizações de TI e profissionais que utilizam DevOps como uma forma de acelerar a entrega de serviços e reduzir custos.

Um orquestrador de nuvem automatiza o gerenciamento, a coordenação e a organização de sistemas de computação, provedores, serviços e middleware complexos.

Além de otimizar o envolvimento de sua equipe de especialistas, a orquestração na gestão de cloud elimina o potencial de erros introduzidos no provisionamento, no dimensionamento ou em outros processos na nuvem.

A orquestração suporta a entrega de recursos em nuvem para clientes e usuários finais, inclusive em um modelo de autoatendimento – onde os usuários solicitam recursos sem a necessidade do envolvimento da equipe de TI.

Também ajuda as organizações de TI a padronizar modelos e aplicar práticas de segurança, sendo uma boa defesa contra a dispersão de VMs, o que proporciona visibilidade e controle sobre recursos de nuvem e, consequentemente, dos custos.

Como a orquestração para a gestão de cloud supervisiona as interações de muitos elementos diferentes da pilha de aplicativos, ela pode simplificar a comunicação e as conexões de uma carga de trabalho para outros aplicativos e usuários, além de garantir que os links sejam configurados e mantidos corretamente.

Esses produtos geralmente incluem um portal baseado na Web, para que a orquestração possa ser gerenciada por meio de um único dashboard e permita que os administradores revisem e aprimorem os scripts de automação.

Saiba como a orquestração vai ajudar sua empresa na gestão de cloud: clique para falar com nossos especialistas.


Solucione as dificuldades da gestão em cloud de sua empresa

Solucione as dificuldades da gestão em cloud de sua empresa

A transformação digital fez com que muitas empresas partissem em busca de soluções na nuvem para seus negócios. Por isso, é importante abordarmos as dificuldades da gestão em cloud.

Quando bem operacionalizadas, as soluções em nuvem trazem uma oportunidade de otimizar suas rotinas, mais escalabilidade para as operações e mais eficiência econômica para as operações.

À medida que a mudança para ambientes com várias nuvens continua, surge também a necessidade de considerar os possíveis desafios. Veja a seguir as quatro principais dificuldades da gestão em cloud que sua empresa pode enfrentar – e como solucioná-las:

1) Dificuldades da gestão em cloud em múltiplos ambientes

A redução de riscos, juntamente com o controle de custos e a otimização da carga de trabalho são as grandes preocupações quando lidamos com ambiente diversos na nuvem.

O uso de ferramentas de gerenciamento de nuvem torna a administração de várias nuvens mais prático e fácil de navegar.

Considere que diferentes provedores de nuvem têm modelos de preço, recursos de produto, APIs e terminologia diversos. Os requisitos de conformidade também são um fator que deve ser considerado ao lidar com vários provedores.

Se atender e manter os requisitos de um provedor de nuvem já é complicado o suficiente, o gerenciamento múltiplo traz ainda mais desafios. E sua empresa precisa de um único painel para visualizar sua infraestrutura em várias nuvens.

A plataforma ADTsys CLoudHit pode contornar estas questões e trazer soluções eficazes, fazendo a gestão e a orquestração de diversos provedores de provedores de nuvem – como o AWS, o Azure e o Google Cloud Platform. A plataforma ainda oferece a possibilidade de migrar workloads entre provedores.

2) Controle de Custos

Para muitas empresas, o controle de custos costuma ser uma das principais dificuldades da gestão em cloud.

Algumas questões podem tornar este um grande desafio, como o uso ineficiente de recursos na nuvem, faturamento imprevisível e a obrigação contratual ou dependência tecnológica.

Sabemos que gerenciar seu ambiente de nuvem e controlar custos requer muito tempo e estratégia – fora as iniciativas nas quais sua empresa realmente precisa se concentrar.

A terceirização do gerenciamento através do ADTsys CloudHit reduz as dificuldades da gestão em cloud, reduzindo os custos com infraestrutura e pessoal especializado, ampliando as oportunidades de crescimento para as empresas.

3) Escassez de profissionais especializados

Como mencionamos no último tópico, contar com um time de especialistas internamente pode ser uma das dificuldades da gestão em cloud, já que demanda um alto custo para suas operações.

Contar com fluxos de trabalho associados à nuvem ainda é algo novo para muitas empresas no mercado – as pessoas sabem que tem alta tecnologia na ponta dos dedos, mas nem todos sabem obter o potencial máximo de um serviço de nuvem.

Muitas organizações não possuem profissionais com a experiência necessária na equipe. O CloudHit é uma solução para esta questão, já que contorna a necessidade de contar com profissionais de maior conhecimento técnico internamente: todo a expertise necessária está concentrada em uma única plataforma.

Além disso, a ADTsys disponibiliza um time de especialista para garantir um suporte completo no gerenciamento em nuvem.

4) Migração

A migração pode ser uma das maiores dificuldades da gestão em cloud em qualquer empresa.

Um relatório da Velostrata mostrou que 62% dos profissionais de TI afirmaram que seu primeiro projeto de migração em nuvem foi mais difícil do que o esperado.

Além disso, 73% disseram que a migração não cumpriu os prazos previstos e 57% disseram que a migração excedeu o orçamento.

Quando questionados sobre o motivo de seus projetos de migração em nuvem não terem corrido bem, os entrevistados apontaram:

  • Solução demorada dos problemas (47%);
  • Dificuldade para configurar a segurança (46%);
  • Migração lenta de dados (44%).

A migração traz benefícios em termos de performance, otimização de processos e redução de custos. Mas, para ser bem-sucedida, é preciso contar com uma empresa especialista que vai além de ser uma simples fornecedora.

É nisso que a ADTsys acredita: nossa equipe de especialista será sua guia nessa jornada, direcionando o setup do projeto, arquitetura e gestão dos seus ambientes em nuvem. Suas soluções, como o CloudHit, também oferecem suporte no processo de gerenciamento, garantindo operações seguras e dedicadas ao seu ambiente.

Se você busca uma solução definitiva para as dificuldades da gestão em cloud em sua empresa, clique aqui e fale como nossos especialistas.


Definição de TAGs e governança em cloud

Definição de TAGs e governança em cloud

Atualmente, as empresas estão agora vivendo em um ambiente multi cloud: gerenciando vários ambientes entre os provedores. A chave para o sucesso é a implementação de plataformas de governança de nível empresarial que permitem otimizar os custos de maneira eficiente em todos os provedores de cloud e garantir que você tenha acesso a todos e quaisquer serviços de nuvem que sua empresa necessita.

A utilização de TAG nos recursos da cloud é uma base essencial para suas iniciativas de governança. Desta forma, precisará de um conjunto consistente de tags que serão especificamente usadas para governança e serão aplicadas globalmente em todos os seus recursos. Essas tags adicionam metadados específicos da sua organização, que ajudam a categorizar melhor cada um dos recursos utilizados para a alocação de custos, relatórios além da otimização desses custos, conformidade e segurança.

Definição de TAGs

A governança de cloud deve liderar um processo de definição das TAGs. Será importante trabalhar com as principais partes interessadas para obter feedback e adesão. As tags devem ser aplicadas de forma consistente para todas as equipes da empresa. Aplicações individuais também podem adicionar tags para suas necessidades específicas.

Na ausência de uma política de marcação, é comum que equipes ou indivíduos da mesma empresa usem variações da mesma tag, o que torna extremamente difícil obter relatórios precisos. Para usar tags de maneira eficaz para fins de relatórios e controle, é essencial criar uma política que defina convenções de nomenclatura consistentes, incluindo ortografia, maiúsculas/minúsculas e espaçamento.

Depois que as tags necessárias forem especificadas, a adição delas deve ser de responsabilidade dos proprietários ou dos gestores das equipes. A automação é fundamental para implementar tags. Por exemplo, se você estiver usando uma plataforma de gerenciamento de cloud para seus clientes, todos os modelos deverão ser configurados para anexar as tags apropriadas.

Conheça alguns exemplos de TAGs

Tipo de Tag Exemplos Propósito
Ambiente ambiente = teste

ambiente = dev

ambiente = prod

Identificar os recurso de cada ambiente
Custo custo = região

custo = projeto

alocar uma ou mais tags para custos
Aplicação db = database

srv = jenkins

tags para servidores e serviços
Compliance compliance = soc

compliance  = hipaa

alocar tags conforme regras de compliance
Agendamento time = 12x05 alocar tags para start stop dos recursos

TAGs dos provedores de cloud

Cada provedor de nuvem têm diferentes limites e restrições nas tags.

Google AWS Azure
Tag por recursos 64 50 64
Caracteres da chave 63 127 512
Caracteres do valor 63 256 256
Case sensitive Somente letras minúsculas Sim

(chave e valor)

Não
Caracteres permitidos Letras minúsculas, caracteres numéricos, sublinhados e traços. Letras, espaços e caracteres especiais Alfanumérico
Observações As chaves devem começar com uma letra minúscula.

As tags são chamadas de "Labels" no GCP.

Existem "tags de rede" no GCP usadas para aplicar regras de firewall. Estes são separados dos rótulos.

Não use aws como prefixo, pois isso é reservado para a AWS.

Você deve "ativar" determinadas tags para alocação de custos para que elas apareçam nos relatórios de faturamento.

Chaves de tag para relatórios de gerenciamento de faturamento e custos: Maximo 500.

Tag no nível do Grupo de Recursos ou do Recurso. Sugerir nível de recurso para melhor alocação de custos

Combine tags ou use a string JSON se exceder o limite de 15 tags.

Recursos tagueados Compute Instance, Cloud SQL e demais serviços EC2, RDS e Outros serviços Todos os recursos do ARM podem utilizar tags.

Implementação da política de TAG

Para implementar efetivamente sua política de tag, você precisará criar um processo de distribuição de uma forma gradual.

Primeiro Passo: Definição das Tags

Deve-se criar um processo para definir a política para as Tags. Será importante trabalhar com os stakeholders principais das partes interessadas para obter feedback e adesão.

Segundo Passo: Relatórios

A equipe responsável pela administração dos provedores de cloud deve fornecer relatórios semanais contínuos para mostrar o nível de cobertura das tags. Esses relatórios ajudam a mostrar o estado atual e também acompanham melhorias na cobertura de tags.

Terceiro Passo: Alertas

É necessário configurar e-mails de alerta automatizados diariamente/semanalmente nos recursos que não possuem as tags necessárias. Algumas organizações podem optar por parar na Etapa 3 se tiverem alcançado a adoção desejada com as tags.

Quarto Passo: Alertar com Terminação

Deve-se estabelecer alertas dos recursos que não foram marcados com as tags durante um período (24 horas, por exemplo). Se não forem marcados, os recursos poderão ser encerrados (somente para ambientes não produtivos) ou envio de emails ao gestor da área.

Quinto Passo: Monitoramento contínuo das Tags

Depois de implementar sua política de tag, sua equipe cloud deve configurar relatórios semanais contínuos para monitorar o nível de cobertura das tags. Esses relatórios ajudam a mostrar o estado atual e também acompanham melhorias das tags.

A governança em cloud sugere que toda essa configuração e a verificação de tags seja de forma automática para alertar sobre tags ausentes e impor o uso de tags.

A automação poderia, em alguns casos, incluir a inclusão de tags padrão ou até mesmo encerrar instâncias que não foram marcadas corretamente. Desta forma, teríamos uma padronização sem intervenção humana, o que poderia causar tags erradas e conflitos nos relatórios de custos e faturamento.

Uma conta de um provedor de cloud onde os seus recursos estão com tags, traz uma  identificação rápida e uma ótima governança.

Hoje, uma abordagem de tag bem projetada e disciplinada é essencial para uma boa governança em cloud. Colocar essa base no lugar e usar a automação para manter uma boa higiene/ordem de tags apoiará o sucesso de suas iniciativas de governança críticas para relatórios de custos, otimização e segurança em cloud.

Para saber, de forma mais detalhada, como agir nesse contexto de mudança e inovação, aproveite para ficar por dentro do conteúdo do e-book O papel do Cloud Computing e DevOps na Transformação Digital.

0-1024×576

 

 


Por que investir em um orquestrador de provedores de cloud?

Por que investir em um orquestrador de provedores de cloud?

Decidir-se por um provedor de serviços de cloud pode ser uma etapa que requer a análise de diversos fatores, a depender do tipo e necessidade de cada organização.

Entretanto, em geral, essa ação representa em diversas ocasiões maior tranquilidade e até mesmo produtividade e vantagem competitiva.

Dentre as funções de um provedor de cloud, por exemplo, estão a disponibilização de espaço para armazenamento de dados com segurança e praticidade, além de possíveis outras funcionalidades para facilitar o dia a dia com a utilização das informações e arquivos de que uma organização dispõe, compartilha ou emprega em suas atividades rotineiras.

Há vantagens em implementar e controlar serviços e entregas de recursos computacionais por meio desse tipo de tecnologia, sendo que a empresa consegue, com a nuvem, atingir maior eficiência quanto a seus sistemas, infraestrutura e da TI e demais áreas que dela dependam.

No entanto, muitas vezes, somente ter um provedor de cloud não é necessário para garantir simplicidade e maior otimização do trabalho.
Gerenciar esse provedor também é muito importante para que a empresa tenha eficiência e para que consiga administrar com maior excelência seus custos.

Para te ajudar a compreender de que modo, então, um orquestrador de provedores de cloud pode representar um diferencial para essa importante tarefa na empresa, elencamos alguns pontos a seguir:

Vantagens de ter uma plataforma de Orquestração 

Nesse contexto, ter uma plataforma (orquestrador) que permita, ao mesmo tempo, o gerenciamento de diversos provedores, em especial no caso de a empresa ter de lidar com diferentes fornecedores ou recursos em seu ambiente, irá ajudar a tornar o processo mais "fluído".

Benefícios de um bom orquestrador

Um orquestrador de provedores de cloud é a plataforma que irá possibilitar o trabalho de gerenciamento de provedor de nuvem.

Em muitos casos as empresas podem optar por realizar essa função de forma "descentralizada", o que nem sempre pode ser o caminho mais fácil e vantajoso, por assim dizer.

Isso porque, por exemplo, ter um orquestrador que gerencie vários provedores de uma única vez permite, sem dúvidas, que a empresa consiga "centralizar" essa gestão, tornando-a mais prática, otimizada e ágil e, de quebra, reduzir custos com a contratação de diferentes orquestradores  uma das principais vantagens, se levado em consideração o custo x benefício, inclusive.
CloudHit

Por fim, o CloudHit, orquestrador da ADT, é um exemplo de como esse tipo de plataforma pode facilitar o dia a dia de uma organização e de sua gestão de TI.

Um dos fatores é que pode dispensar a necessidade de maior conhecimento técnico, por exemplo, para operar e gerenciar vários provedores ao mesmo tempo, de forma que todo o "know-how" necessário se encontrará reunido em uma única plataforma, que permite à empresa essa "flexibilidade" no uso de ambientes, de modo a eliminar preocupações com relação à solução para geri-las.

Isso pode facilitar bastante o processo de trabalhar com nuvem híbrida, quando essa for a opção da empresa.

Por meio de um painel único, é  possível facilitar a administração e o provisionamento de recursos, além de poder-se agilizar interações por meio de APIs (interfaces) e acessar um dashboard em tempo real, que permite melhor visualização dos cenários, intervenção pronta e mais facilidade.

Trazer uma boa alternativa, aliás, para a possível dificuldade financeira em manter mais de um modo de gerenciar é outro benefício, além da possibilidade de migrar workloads entre provedores.
Sem contar que, justamente por permitir essa utilização e gerenciamento simultâneos, um orquestrador desse tipo pode auxiliar a empresa na gestão de seu orçamento, uma vez que, caso interessada em mais de uma proposta de provedor, ela poderá analisar com maior clareza a que é mais vantajoso para ela em termos do provedor em si, sem se preocupar, necessariamente, com o fato de como fará a gestão em ambientes diferentes.

E então, sua empresa já conta com um bom orquestrador de provedores de cloud em seu ambiente? Precisa de ajuda com isso? Conheça mais de perto aqui os benefícios do CloudHit, orquestrador que pode permitir maior eficiência e gestão de custos com sua estrutura!

Para saber, de forma mais detalhada, como agir nesse contexto de mudança e inovação, aproveite para ficar por dentro do conteúdo do e-book O papel do Cloud Computing e DevOps na Transformação Digital.

0-1024×576


Saiba analisar preços e descontos dos provedores de cloud

Saiba analisar preços e descontos dos provedores de cloud

A popularização da computação em nuvem entre as empresas está transformando o mercado – e saber entender e comparar os preços e descontos dos provedores de cloud é fundamental.

A alta demanda permite comparar provedores de cloud de uma forma mais fácil e prática, já que muitos deles apresentam recursos semelhantes.

Mas essa análise deve englobar mais que os recursos disponíveis e contemplar os preços e descontos dos provedores de cloud.

Esse artigo foi elaborado justamente para ajudar neste processo. Siga na leitura e descubra como definir a melhor opção na hora de migrar seus workloads para cloud e mantê-los em nuvem.

O que um provedor de cloud pode fazer por sua empresa

A transformação digital mudou a forma como as empresas fazem negócios e se relacionam com seu mercado e com seus clientes. Isso impulsionou os métodos de trabalho em nuvem e suas aplicações – abrindo espaço para o surgimento dos provedores de cloud.

Um provedor de armazenamento em nuvem hospeda os dados de um cliente em seu próprio datacenter, proporcionando infraestrutura, rede e armazenamento. Clientes individuais e corporativos podem obter capacidade de armazenamento ilimitada nos servidores de um provedor a um preço baixo por gigabyte.

Ao invés de sua empresa armazenar dados em dispositivos de armazenamento local, como uma unidade de disco rígido, você pode optar por um provedor de armazenamento em nuvem para hospedar dados em um sistema em um data center remoto. Sua equipe e clientes podem acessar esses arquivos através de uma conexão com a internet.

Um provedor de armazenamento em nuvem também vende serviços sem armazenamento por uma taxa. As empresas compram computação, software, armazenamento e componentes de TI relacionados como serviços de nuvem através de uma licença pré-paga. Por exemplo, os clientes podem optar por alugar:

  • Infraestrutura como um serviço;
  • Plataforma como serviço;
  • Segurança, software e armazenamento como um serviço.

Empresas que trabalham com múltiplos provedores de cloud devem apostar em orquestradores como o CloudHit Orquestrador, da ADTsys. Com ele, sua empresa pode gerenciar e orquestrar vários provedores de cloud através de uma única plataforma. Isso agiliza as rotinas diárias e otimiza os recursos.

Outro ponto importante, na hora de comparar preços e descontos dos provedores de cloud, é ter em mente as necessidades de sua empresa – assim você evita gastos com aquisições desnecessárias ou que não são aplicáveis em sua operação. Saiba como fazer isso no tópico a seguir.

Saiba comparar preços e descontos dos provedores de cloud

A estimativa de preços de armazenamento na nuvem pode ser extraordinariamente complexa. E fazer uma comparação dos preços e descontos dos provedores de cloud para determinar o armazenamento em nuvem mais barato é ainda mais complicado.

Os principais fornecedores oferecem uma grande variedade de diferentes serviços de armazenamento em nuvem, então os valores de cada um desses serviços podem ser afetados por vários fatores diferentes:

  • Data center;
  • Nível de resiliência;
  • Volume de dados armazenados;
  • Elegibilidade para níveis gratuitos;
  • Frequência de acesso aos dados;
  • Taxas de transferência de dados;
  • Taxas de acesso a dados;
  • Assinaturas de suporte.

Ao monitorar preços e descontos dos provedores nos últimos anos, é fundamental manter-se atento às mudanças que influem nos valores de cloud.

Mas uma análise de nossos especialistas mostrou que, no geral, os preços estão caindo entre os principais provedores:

  • AWS reduziu o preço de 19 instâncias;
  • Azure reduziu o preço de 24 instâncias;
  • Google reduziu o preço de 4 instâncias.

Vamos falar mais essas três fornecedoras no próximo tópico – confira!

AWS X Azure X Google: entenda os preços e descontos dos provedores de cloud mais populares

O Google oferece o Sustained Use Discount (SUD), que não requer nenhum compromisso e oferece um desconto automático em cada tipo de instância utilizada em uma determinada região por mais de 25% de um mês. Para instâncias que estão sendo utilizadas no modo de 24x7, por um mês inteiro, o desconto consegue atingir 30%.

A recente disponibilidade de Instâncias Reservadas na Azure Microsoft gerou uma mudança de valores entre as três gigantes de cloud – AWS, Azure e Google: é possível ver descontos em função do volume.

A contrapartida está no não-comprometimento com o uso dessas instâncias pelo período de um ou três anos. Entre os três provedores, é possível optar pelo período em que o serviço será usado ou manter on demand.

É possível ainda obter descontos negociando diretamente com a equipe de vendas dos provedores, através de soluções mais personalizadas. Quanto maior for o investimento em seu provedor de cloud, maior será sua margem de negociação para descontos adicionais.

Ao comparar os três programas de descontos, que são baseados em compromisso e possuem níveis variados de flexibilidade, certos pontos são decisivos na tomada de decisão:

Facilidade na compra e em caso de alterações

O Google oferece a abordagem mais simples para a compra. O Committed Use Discount (CUD) pode ser aplicado automaticamente, seja qual for o tipo de instância na região, dispensando pedidos de alterações.

Já o AWS Convertible Instance Reserved e o Azure IR permitem alterações em sua compra (incluindo a região), mas é preciso um processo manual para executá-las.

Pagamentos Flexíveis

Em termos de opções de pagamento e flexibilidade, o AWS se destaca: oferece opções diversas e oferece descontos para pagamentos antecipados.

Esperamos que este artigo possa ter esclarecidos alguns pontos relativos aos preços e descontos dos provedores de cloud. Mas é possível de aprofundar ainda mais no assunto.

Para saber, de forma mais detalhada, como agir nesse contexto de mudança e inovação, aproveite para ficar por dentro do conteúdo do e-book O papel do Cloud Computing e DevOps na Transformação Digital.

0-1024×576