Tecnologia ajuda a combater o novo coronavírus


 

 

 

 

Tecnologia no combate ao coronavírus: Recursos tecnológicos podem, sim, ser muito úteis nesse momento em que a  Covid-19 parou o mundo. Seja para alertar, conscientizar ou monitorar, eles são grandes aliados neste momento sensível que toda a sociedade vem atravessando – sem contar que tem aumenta a proteção, algo necessário já que a Covid-19 aumentou o número de ataques cibernéticos.

Saiba como a tecnologia ajuda a combater o novo coronavírus ao ser aplicada à rotina dos profissionais de saúde.

Telemedicina é liberada para enfrentamento da Covid-19

Em função da rapidez da disseminação do novo coronavírus no Brasil e visando inibir a disseminação do vírus, o Ministério da Saúde liberou a telemedicina durante a pandemia

Esse serviço, possível graças ao acesso à internet e facilidades proporcionadas pela computação em nuvem, bastante impactada pelas mudanças trazidas pela pandemia, permite que médicos possam exercer à distância funções como atendimento pré-clínico, consultas, monitoramento e diagnóstico.

Possibilita, ainda, a teleinterconsulta, prática adotada para a troca de informações e opiniões entre profissionais da medicina com o objetivo de auxiliar em diagnósticos e tratamentos para casos mais complexos.

A telemedicina faz uso da tecnologia para ajudar no combate ao novo coronavírus, permitindo que o paciente faça uma consulta virtual, evitando deslocamentos a centros hospitalares onde a possibilidade de contaminação pelo vírus é muito grande.

Outro benefício da telemedicina é desafogar hospitais e centros de saúde nesse momento de grande procura pelo sistema. E, nesse sentido, o atendimento virtual também permitiu a criação de grupos formado por profissionais que prestam esse tipo de serviço de modo gratuito, com a única intenção de colaborar – de alguma forma – com o enfrentamento da pandemia!

No próximo tópico vamos conhecer outros exemplos de tecnologias adotadas mundo afora com a função de ajudar no combate da Covid-19.

Novas tecnologias ajudam no combate ao coronavírus

O período atual vem gerando iniciativas que usam a tecnologia para criar soluções voltadas ao setor de saúde, permitindo ajudar a combater o novo coronavírus. Vamos conhecer algumas delas.

  1. Transferência e compartilhamento de dados

Pensando nos benefícios que machine learning podem trazer à área da saúde, o Google explorou uma nova vertente recentemente ao disponibilizar sua mais nova API focada no setor sanitário.

O Cloud Healthcare API tem por objetivo facilitar a transferência e o compartilhamento de dados de plataformas de saúde, ajudando na preservação de dados pessoais e aumentando a velocidade de compartilhamento de informações importantes entre especialistas da área.

Como qualquer outra plataforma que tem como princípio a computação em nuvem, essa API pode ser ativada a partir de qualquer notebook de forma remota – basta ter acesso à internet.

  1. Aplicativo identifica áreas onde há maior casos de Covid-19

No Brasil, o neurocientista Miguel Nicolelis e outros especialistas idealizaram o Monitora, já disponível nas principais lojas de aplicativos. A partir de informações fornecidas por pacientes e usuários, o app cria uma base de dados para identificar maiores áreas de contágio e outros parâmetros que podem ajudar na prevenção à doença.

A partir dessa iniciativa colaborativa, relatórios e estudos serão produzidos e doados a estados e municípios como fonte para basear eventuais tomadas de decisão acerca das regras de convivência e enfrentamento, ajudando no combate à COVID-19.

  1. Robótica

Sua utilização pode se dar nos cuidados de pacientes em enfermarias isoladas, levando comida, remédios, etc. É o caso de robôs chineses e americanos que entregam alimentação ou recolhem lençóis e lixo de pacientes em quarentena, evitando o contato de pacientes com a equipe médica.

  1. Drones e veículos autônomos

Da China também vem a notícia de que veículos e drones autônomos estão sendo usados para combater o novo coronavírus, levando suprimentos médicos para alguns hospitais ou rastreando os espaços públicos para evitar aglomerações.

No Brasil, a cidade do Rio de Janeiro foi a primeira capital a adotar essa prática, emitindo uma mensagem (via drone) que avisa grupos sobre os perigos da proximidade de pessoas e ajudando na dispersão.

  1. Biometria Virtual

Vem da Índia a ideia de adotar tecnologia de reconhecimento facial e íris integrada a termômetros com infravermelho para triagem em hospitais e empresas, auxiliando a identificar pessoas infectadas para que cumpram a quarentena e recebam o tratamento adequado.

Além dos exemplos anteriores, a tecnologia tem ajudado no combate ao novo coronavírus ao permitir que as empresas mantenham suas atividades a partir do trabalho remoto, sem precisar sair de casa e correr o risco de se contaminar ou disseminar o vírus.

Nesse sentido, é muto importante que as organizações se pautem nas orientações de especialistas, garantindo um investimento inteligente em cloud que gere benefícios variados incluindo a redução de custos.

Mas, para que o home office seja produtivo e garanta a segurança necessária, é importante contar com o apoio de especialistas que garantam uma mudança de processo que seja produtiva e digitalmente segura.

A ADTsys oferece suporte a qualquer tipo de ação que envolva a tecnologia cloud computing. Fale com nossos especialistas qualificados e descubra como podemos ajudar sua empresa a manter-se em pleno funcionamento.

FALAR COM ESPECIALISTAS


Conteúdos que você pode gostar também:

Conheça o Data Lake Blockchain as a Service

Assista o vídeo na íntegra para entender a proposta e o funcionamento da Plataforma Data Lake Blockchain! Se tem…

Conheça o Data Lake Blockchain As a Service

A ADTsys em parceria com Von Braun Labs lançou seu novo serviço, o Data Lake Blockchain as a Service.

Data Analytics e BI – transformação digital nas empresas 4.0

Data Analytics e BI têm presença garantida no mercado 4.0, marcado pela corrida das empresas em busca de estratégias e…