Cloud para 2017 – O que devemos esperar?


Cloud para 2017 – O que devemos esperar?: Para começarmos o ano e este post, devemos constatar que Cloud Computing, nos últimos cincos anos, ajudou muitas empresas a se transformarem, mas após algumas pesquisas, vejo muitos especialistas e provedores de tecnologia concordarem que estamos entrando na segunda fase para Cloud.

Nesta fase, o mercado estará acelerado tanto para Cloud públicas quanto para a privada, onde a medida que as empresas buscarem ganhar eficiência, irão escalar cada vez mais seus recursos computacionais. Criarão novos ambientes e farão uso intenso de infraestrutura e plataformas.

Minha percepção para o mercado brasileiro é que, teremos um ano muito promissor sem dúvida nenhuma. Nos últimos dois ou três anos, vimos as empresas superarem questões de: desconfiança como segurança, localidade física, latência, performance, e temos o cenário maduro para que o crescimento seja exponencial.

Vou enumerar alguns fatores que serão impulsionadores para que realmente tudo se torne realidade.:

1.) Empresas com grandes orçamentos, DataCenters locais e aplicações complexas olharão para Cloud na busca por provedores que tornem viável a execução de aplicações essenciais (core business).

Aplicações ‘core business’; como ERPs, CRMs, SAP, Totvs, Oracle e grandes investimentos em DataCenters locais, não serão mais desculpas para que as empresas adotem Cloud.
Sendo infraestrutura, plataforma ou Software, os benefícios de Cloud são evidentes e as empresas passarão a investir fortemente nesta nova modalidade.

2.) Crescimento no número de provedores de Cloud no Brasil.

O número é grande! Cloud hoje no Brasil tem para todos os gostos. Temos de multinacionais até empresas locais – relacionado as principais como, IBM, AWS, AZURE, GOOGLE, e as locais que buscam novos conceitos, como; LOCAWEB, UOL, TIVIT, etc.

Esse número alto de provedores fará com que a competitividade cresça e torne as soluções e produtos cada vez mais qualificados, impulsionando assim novos clientes.

3.) O tamanho ainda não importa! O importante é que as empresas tenham CLOUD;

Quando falamos de infraestrutura por exemplo, é difícil encontrarmos grandes movimentações – a não ser de um projeto ou outro. O fato é que, para que cloud ganhe grandes clientes e uma utilização exponencial, o importante é que as empresas estejam utilizando Cloud.

4.) As ferramentas de migração para cloud estão melhorando e facilitarão a adoção;

Um dos fatores que os clientes sempre colocavam como impeditivo era a questão de migração de seu ambiente para Cloud, e a necessidade em muitos casos de uma customização completa de suas aplicações.

Este problema hoje tem uma real solução. Empresas como; Double Take, Zerto, e CloudMigrator, tem transformado e criado aplicações capazes de migrar o ambiente garantindo estabilidade, baixo custo e diminuindo, cada vez mais, o impacto da ida a Cloud.

5.) Criação de novos negócios;

Não há mais espaço para perda de tempo. Hoje, a criação de novos negócios é cada vez mais importante e Cloud é um parceiro essencial nesta jornada.

O mundo está em se transformando a cada minuto e aplicações web e mobile farão cada vez mais sentido para o atendimento de seus clientes.

“Cloud para 2017 – O que devemos esperar?”

FONTE: THIAGO VIOLA


Conteúdos que você pode gostar também:

Inteligência Artificial e os benefícios do deep learning

Inteligência Artificial e os benefícios do deep learning: Junto com diversas pesquisas e descobertas relacionadas ao…

Infrastructure as a Code: Gerencie nuvens com eficiência

Saiba mais sobre o termo Infrastructure as a Code O termo Infrastructure as a Code (Infraestrutura como Código) tem se…

Como migrar pra cloud computing de forma segura?

Dicas de como migrar para cloud computing com segurança O fato de migrar pra cloud computing nada mais é do que uma…