Saiba mais sobre a migração de dados para a nuvem


Eficiência produtiva e redução de custos. Esses são dois dos aspectos que concentram a a atenção dos gestores que desejam manter suas empresas em um cenário competitivo.

Como consequência dessa busca, o investimento em pesquisa e novas tecnologias têm sido crescente. De acordo com o Gartner, 95% das empresas a nível global já funciona com alguma ferramenta vinculada à cloud computing.

A computação em nuvem ganha relevância nesse cenário ao oferecer agilidade, flexibilidade e alta performance às operações internas da empresa. Do processamento de um grande volume de dados à possibilidade de executar a gestão dos ativos de forma integrada, a computação em nuvem oferece inúmeros benefícios.

Saiba mais sobre a migração de dados para a nuvem!

Maior autonomia para processar dados, maior capacidade de armazenamento e segurança da informação. Esses são apenas três dos benefícios que a nuvem pode trazer ao seu negócio. Mas aderir a uma solução em nuvem requer cuidado com alguns processos.

Pensar o conceito em nuvem, adaptar à realidade da empresa e planejar sua implantação é uma tarefa que requer muito estudo. A migração para nuvem é um processo gradual – e que precisa ser realizado com cuidado para não colocar nenhum ativo da empresa em risco.

Migrar para a nuvem não é uma solução final. E sim um meio de alcançar um resultado ainda melhor. Contudo, o processo de migração exige um comportamento dinâmico já que a própria nuvem apresenta inúmeras mudanças e novas possibilidades a partir da incorporação de novas tecnologias.

Mas qual o melhor momento para adotar a nuvem? Saiba: não existe uma receita pré formada. É preciso estar atento às necessidades e deficiências da empresa para, aí sim, escolher a melhor opção. Alguns indicativos de que a empresa precisa de uma solução em nuvem são:

  • Aumento do número de gargalos nas operações internas;
  • Busca por redução de custos;
  • Necessidade de manter rotinas operacionais mais flexíveis;
  • Necessidade de depositar ativos da empresa em uma plataforma com maior controle.

Como acontece a migração?

Efetivamente, a migração em nuvem acontece em três fases distintas.

A primeira envolve o levantamento das necessidades da empresa, a avaliação das possibilidades em nuvem e o planejamento, propriamente dito, da rotina de migração.

Na segunda fase do processo, os especialistas observam com maior cautela o funcionamento das aplicações e como a nuvem poderia aprimorar essa rotina. Aqui o objetivo é modernizar aplicativos para que eles possam aproveitar os recursos oferecidos pelas plataformas em nuvem.

Na terceira e última etapa é que as empresas realmente começam a tirar proveito dos recursos oferecidos pelos serviços em nuvem. Aqui, os serviços oferecidos, definitivamente, são alterados pelas aplicações em nuvem. Mas se engana que a migração em nuvem acaba aqui.

Depois de toda a migração, deve existir um tempo para acompanhar o funcionamento de todas as soluções. Dessa forma, especialistas poderão agir prontamente para corrigir algum problema que possa ser identificado.

Conheça as maiores vantagens de migrar para a nuvem

Maior capacidade de armazenamento e processamento, além de serviços mais seguros, dinâmicos e confiáveis. São esses alguns dos benefícios de aderir às soluções vinculadas à computação em nuvem.

Abaixo, vamos enumerar e explicar algumas vantagens do ambiente em nuvem em comparação às estruturas tradicionais. Veja a seguir:

Controle dos custos

Ainda que, analisando a distância, o investimento em cloud computing represente um grande gasto para a empresa, os serviços em nuvem proporcionam uma redução contínua de gastos atrelados ao setor de TI.

Gastos com manutenção de hardware ou data centers físicos, por exemplo, deixam de acontecer – o que contribui não só com a saúde financeira da empresa como com a própria manutenção da rotina e do ritmo de trabalho.

Maior foco em projetos estratégicos

Com a automatização de rotinas de backup e atualizações, a mão de obra pode ser realocada para decisões mais estratégicas dentro da empresa.

Dessa forma, em vez de aplicar tempo à execução, os profissionais passam a analisar e monitorar os resultados, focando em ações estratégicas em prol dos negócios da empresa.

Facilidade no acesso a dados

Não só uma maior capacidade de armazenamento, mas uma melhor organização dos dados. Esse é um dos principais diferenciais de usar os serviços em nuvem.

A equipe passa a economizar tempo ao acessar mais facilmente os dados e arquivos internos da empresa. Tudo isso com um grau de segurança e governança ímpar.

Quer saber mais sobre as principais tendências e novidades do mercado? Fique atento às atualizações do blog da ADTsys ou aproveite para falar com um de nossos especialistas.


Conteúdos que você pode gostar também:

Conheça o Data Lake Blockchain as a Service

Assista o vídeo na íntegra para entender a proposta e o funcionamento da Plataforma Data Lake Blockchain! Se tem…

Conheça o Data Lake Blockchain As a Service

A ADTsys em parceria com Von Braun Labs lançou seu novo serviço, o Data Lake Blockchain as a Service.

Data Analytics e BI – transformação digital nas empresas 4.0

Data Analytics e BI têm presença garantida no mercado 4.0, marcado pela corrida das empresas em busca de estratégias e…