Mercado de PaaS deve dobrar de tamanho até 2022


De acordo com os principais estudos do setor, o tipo de arquitetura PaaS (Platform as a Service) deve ser considerado na hora da tomada de decisões dentro das empresas, sobretudo quando os temas são tecnologia, orçamento e organização.

Ofertas de Plataforma como Serviço são cada vez mais recorrentes dentro das instituições. A mudança estratégica dos investimentos decorre do aumento das possibilidades graças à computação em nuvem.

Segundo publicação do Gartner, instituto de pesquisas especializado no setor, existe a previsão de que o mercado de PaaS irá dobrar de tamanho em quatro anos. Atualmente, existem 22 mercados competitivos em que o PaaS é disseminado.

A transformação dos negócios digitais e dos serviços em nuvem passa a se intensificar cada vez mais diante de um cenário dinâmico. Em 2022, este mercado deve ultrapassar os US$ 34 bilhões em movimentações.

Das mais de 550 ofertas de PaaS disponíveis atualmente no mercado, 48% são oferecidas apenas através da nuvem. E pesquisas dão conta que os investimentos em ofertas que levam a nuvem em consideração serão ainda maiores, em comparação as que não adotam a nuvem, nos próximos anos.

Segundo Yefim Natis, vice-presidente de pesquisa do Gartner, todos os segmentos do mercado de PaaS apresentaram taxas de crescimento muito satisfatórias. No entanto, existem outras preocupações relacionadas ao universo em nuvem que precisam ser levadas em conta na hora da contratação da Plataforma como Serviço.

A relação entre PaaS e nuvem

A maior parte das ofertas de PaaS estão suportadas por serviços em nuvem. Ao mesmo tempo, serviços como IaaS (Infrastructure as a Service) e SaaS (Software as a Service) influenciam diretamente na implementação de sucesso de uma plataforma.

São fatores críticos que, juntos, compõe o que pode se chamar de plataforma em nuvem contínua. Empresas que combinam as funcionalidades e diferencias destes três tipos de serviço em nuvem potencializam a chance de obter bons retornos sobre os investimentos, de acordo com os estudos.

Hoje em dia o mercado está dividido em 360 fornecedores, que se organizam em 21 segmentos, para oferecer mais de 550 soluções de PaaS. No entanto, ainda não há nenhum fornecedor que atue em todos os segmentos – 90% deles está desenvolvendo trabalhos apenas em um setor.

Nesse período de transição e crescimento do mercado em nuvem, os serviços PaaS concentram-se, sobretudo, em banco de dados e aplicativos, como ofertas voltadas à Blockchain, Digital Experience, Inteligência Artificial, Aprendizado de Máquina, entre outros.

Em toda a América Latina, prevê-se que haverá um crescimento dos investimentos no mercado de TI e computação em nuvem – de US$ 779 milhões investidos em 2018, são esperados US$ 1,4 bilhão em investimentos para 2022.

Diante dessa interação entre os serviços de plataforma e a computação em nuvem, fica claro que o design da plataforma deve ser completamente inspirado nas essências da tecnologia cloud: transparência, facilidade de acesso, praticidade, rapidez no carregamento, entre outras.

O design nativo em nuvem oferece códigos de menor complexidade (o que abre possibilidade para edição em diferentes fases do processo), interações dentro da plataforma como os chatbots (baseados em aprendizado de máquina) e o funcionamento da plataforma sem um servidor específico.

Mantenha-se conectado ao blog da ADTsys e fique por dentro das novidades e tendências sobre o setor de computação em nuvem e suas aplicações.


Conteúdos que você pode gostar também:

Conheça o Data Lake Blockchain as a Service

Assista o vídeo na íntegra para entender a proposta e o funcionamento da Plataforma Data Lake Blockchain! Se tem…

Conheça o Data Lake Blockchain As a Service

A ADTsys em parceria com Von Braun Labs lançou seu novo serviço, o Data Lake Blockchain as a Service.

Data Analytics e BI – transformação digital nas empresas 4.0

Data Analytics e BI têm presença garantida no mercado 4.0, marcado pela corrida das empresas em busca de estratégias e…