IBM refuta crise e diz que Softlayer cresceu

IBM refuta crise e diz que Softlayer cresceu: Os rivais Google, Amazon e Microsoft acirram a disputa com a IBM no mundo da computação em nuvem, mas a companhia não vai mudar o rumo da sua estratégia por conta dos rivais, disse o presidente da IBM Brasil, Marcelo Porto, em encontro com a imprensa nesta quinta-feira, 26/11, em São Paulo.

“Nuvem é pilar da nossa estratégia para crescer, junto com mobilidade, analytics e mídia social. Nosso negócio é a nuvem híbrida e seguirá sendo assim”, destacou Porto, ao ser questionado sobre a pressão de rivais de grande porte no segmento. Não que a nuvem pública não esteja na mira dos negócios no Brasil. Em 2013, a IBM comprou a Softlayer por US$ 2 bilhões, e em setembro deste ano, inaugurou o primeiro data center para serviços de nuvem pública no país, instalado em Jundiaí, São Paulo, para atender não apenas o mercado local, mas o latino-americano. A unidade está interligada com outros 40 centro de dados.

Read more


Google aposta em soluções mais baratas

Google aposta em soluções mais baratas

Google aposta em soluções mais baratas: A Google está decida a fazer das ofertas de cloud um serviço tão o mais rentável para a empresa quanto o de publicidade digital. E o caminho para isso é aculturar o mercado para os benefícios dos serviços de cloud pública enquanto trata de consolidar sua credibilidade como fornecedora desses serviços.

Hoje, a plataforma de nuvem da empresa continua a ser menos popular que as das suas maiores concorrentes, Amazon Web Services e Microsoft Azure. Até aqui, o argumenta mais usado pela empresa a seu favor era o de que a sua experiência como uma empresa nativa de Internet a credenciava naturalmente como uma escolha lógica para as empresas que procuram comprar nuvem pública. Mas ele tem sido pouco eficaz, visto que as concorrentes também tem tradição na oferta de serviços internet.

Read more